Extensão da metodologia INTERA para jogos do gênero RPG - Etapas

Depois de passar pelas outras etapas, começa a etapa de Avaliação, a ideia é que o jogo chegue aqui sem erros técnicos ou com quase nenhum erro, para que os erros não influenciem nas questões pedagógicas. Quando o projeto chega nessa etapa, significa que o jogo está pronto para ser avaliado pedagogicamente. E ao final dessa avaliação estará pronto para aplicação no ambiente real e com o público-alvo.

Os papéis de mais destaque nessa etapa são: Designer pedagógico que é encarregado de ajudar no projeto da avaliação; um coordenador para gerenciar a avaliação; conteudista para elaborar as atividades e critérios de avaliação dos jogadores e o demandante do jogo, para aplicar a avaliação.
 

A avaliação pode ser distinguida em dois níveis, o primeiro está relacionado ao aprendizado do aluno com o jogo e é avaliado o quanto o mesmo aprendeu. O segundo é referente ao ensino, assim pode-se avaliar as possibilidades de aplicação do jogo.

O aprendizado do aluno é avaliado em dois momentos, o primeiro momento é antes da aplicação do jogo, para avaliar quais os conhecimento possui. O segundo momento é após a aplicação do jogo, para observar o que o aluno aprendeu com o mesmo.

Como sugere a metodologia INTERA, o Quadro abaixo apresenta um artefato que  detalha a questão da avaliação. Nesta etapa é essencial que tenha outro instrumento de avaliação para que seja possível quantificar cada item avaliado. Mesmo realizando essa quantificação, deve-se avaliar o jogo como um todo. No segundo Quadro abaixo estão presentes as entradas, práticas e saídas esperadas dessa etapa.

Para auxiliar esta etapa está disponível neste link exemplos de artefatos gerados nesta etapa que foram gerados no desenvolvimento do jogo Expedição Antártica.

ENDEREÇO

Rua Abolição, s/n, bloco L, Lab. 119
CEP 09210-180, Santo André, SP - Brasil

intera@ufabc.edu.br

Tel: =55-11-33567363

  • Facebook ícone social
logoufabc_edited.png

© Intera, 2020.